O perigo continua vindo do leste...


Enquanto fanboys e russófilos continuam sua guerra fria de posts pelo Face compartilhando matérias que falem mal do F-35 ou do PAK FA, a China sorrateiramente continua aperfeiçoando e ampliando seu poderio bélico.

Pelo menos duas a três vezes por semana, quem acompanha as mídias especializadas de lá encontra novidades para compartilhar e elaborar matérias nos sites daqui. 

Hoje, por exemplo, o China Mil comentou que os especialistas chineses estão otimistas com um novo sistema de radar para controle de tiro refrigerado a ar que poderá ser utilizado em breve nos caças J-11B e J-11D.

O novo sistema será mais leve e poderá detectar aeronaves não furtivas a uma distância de 200 Km. O Paquistão já manifestou interesse em utilizá-lo nos futuros JF-17 Bk III.

Já ontem, circulava pela internet fotos do primeiro grupamento chines de aeronaves não tripuladas de ataque que utilizarão o modelo WD-1K que pesa 1.100kg, voa a 280 km/hr, tem um alcance de 4.000 km ou autonomia de 20 horas, possui um teto de serviço de 5.000 metros sendo capaz de levar 200 Kg de armamento. Está bom pra você?

Não que eu seja um sinófilo, mas quem como eu precisa manter um blog atualizado e só tem tempo a noite ou de madrugada, os sites chineses são uma mão na roda por conta do fuso horário e sempre trazem novidades.

Alias, eu vejo a China com muita preocupação. Acredito que seja uma ameaça muito mais séria a paz mundial que a Russia, por exemplo. Um PIB próximo ao americano, uma economia forte, um poderio bélico cada vez maior e com nítidas tendências imperialistas, os chineses estão cada vez mais perto.

Procure um produto russo a sua volta e me diz se você encontra algum. Agora olhe a sua volta e me diga o que NÃO é chinês. E ai? Já começou o seu curso de mandarim?

Com informações do CM, CD e CMA