Aerofatos Um blog diferente Quanto mais eu pesquiso... mais certeza tenho... de que não sei nada!

23 de mai de 2017

Índia: Su-30 desaparecido


Eu tinha prometido para mim que não postaria mais sobre acidentes, mas como passamos a segunda-feira discutindo sobre a parceria da Índia com os russos e sobre o temor com a China, achei que essa informação de algum modo seria relevante. Desta vez, não farei piadas de mau gosto e me limitarei aos fatos.

De acordo com o IDRW e o RuAviation, um caça Sukhoi-30MKI da Força Aérea indiana desapareceu do radar nesta terça-feira (23/05/17) após decolar da base de Tezpur, província de Assam, em uma missão rotineira de treinamento de rotina.

Segundo testemunhas, a região estava sob mau tempo e o último contato pelo rádio foi a 60 Km ao norte da base. Os dois tripulantes continuam desaparecidos. Tezpur fica a 172 quilômetros da fronteira China.

Atualizações

24/05/17  - De acordo com o site Zee Media, o porta-voz no Ministério das Relações Exteriores da China disse não possuir nenhum informação referente ao caça desaparecido, mas espera que Índia cumpra sua parte nos acordos que mantém a paz na região. As buscas pelo caça e a tripulação continuam mas foram interrompidas devido às condições climáticas da região.

25/05/17 - Segundo o The Asian Age, as condições do tempo atrapalharam o segundo dia de buscas porem as operações foram retomadas nesta quinta-feira. Uma aeronave Hércules com dispositivos para busca e dois helicópteros estão mobilizados, além de Su-30 com capacidade para reconhecimento. Outras equipes seguem por terra. De acordo com a mídia, cerca de 36 dos 230 Su-30MKI* da frota estão alocados na base de Tezpur para proteger a fronteira com a China. Segundo o IDRW, as buscas se estenderam ao Butão.

26/06/17 - De acordo com o IDRW, destroços do caça desaparecido foram encontrados perto da fronteira com a China em um área de floresta densa. Não há sinais de sobreviventes. Ocorreram seis acidentes desde a sua introdução na IAF. Um inquérito concluiu que a maioria foi por falha técnica**.
Em outra postagem, o mesmo site informou que um novo inquérito foi aberto para estudar as causas deste último evento.

* Segundo a Janes, Os Su-30MKIs foram introduzidos na IAF em 1997, o penúltimo caiu em março na região de Rajasthan.

** Fontes não oficiais que participam de fóruns de sites especializados indianos, levantaram a questão de que os seus caças acumulam um grande número de horas de voo por ano. Algo da ordem de 250 a 300 horas, sugerindo que isso aumentaria os riscos de segurança se a manutenção não fosse adequada. No mesmo fórum encontramos alegações de que a espera por peças de manutenção pode levar meses sugerindo que indianos ainda dependem dos russos para isso apesar da montagem local dos caças.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...