Aerofatos Um blog diferente Quanto mais eu pesquiso... mais certeza tenho... de que não sei nada!

25 de mai de 2017

A-10 e U-2: eu ainda estou aqui!


É, parece que eles continuarão por aqui pelo menos por mais um ano. De acordo com a Defense News, o orçamento americano para defesa em 2018 prevê que a frota de 283 A-10 Warthog será mantida, assim como o veterano avião de espionagem U-2. O RQ-4 Global Hawk, aeronave não tripulada cotada para substitui-lo continuará passando por atualizações de sensores. 

Segundo a fonte, a decisão é uma grande vitória do Congresso, que nos últimos anos tem frustrado as tentativas da Força Aérea em retirá-los do serviço. Ponto também para os defensores das duas plataformas nas comunidades de veteranos. 

O fato é que não se trata apenas de encostar uma plataforma e arranjar um substituto. As mudanças também afetam pessoas que operam e suas famílias. Fora o fato de que há toda uma infraestrutura de manutenção que envolve também empresas e civis que acabam sendo afetadas.

Eu sinceramente estou cansado de postar matérias dando adeus ao A-10 e ao U-2. Desde 2014 tenho ouvido a mídia especializada americana falar disso. Um dia eles vão parar. É fato. Mas não hoje! 

O U-2 continua sofrendo melhorias, prestando serviços e recentemente participou de um grande exercício com aeronaves das novas gerações. Apesar de velhinho tem toda uma página dedicada a ele no site na Lockheed, que se gaba dele ser ainda uma aeronave que coleta o dobro de informações e voa mais alto que qualquer aeronave ISR, fora o fato de fazê-lo com taxas de sucesso acima de 95%.

Já o A-10 dispensa comentários. Ainda segundo a Defense News, a intenção é mantê-lo até 2021, mas isso é futurologia... E quando isso acontecer, tenho certeza que muita gente, como eu, vai continuar abrindo vídeos do Youtube para ouvir o Warthog fazer aquele Brrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...