Aerofatos Um blog diferente Quanto mais eu pesquiso... mais certeza tenho... de que não sei nada!

15 de jul de 2016

Não vai ter Golpe! Pena...


Ontem, dia 15/7, em uma frustrada tentativa de golpe, militares turcos atacaram órgãos de segurança, o parlamento e tomaram aeroportos e ruas, causando apreensão em Ankara e Istambul.

Segundo a mídia, um Helicóptero Bell AH-1 Cobra das tropas rebeldes atacou o quartel-general das forças especiais do Exército deixando 17 mortos. Mais tarde, relatou-se que um caça F-16 da Força Aérea Turca  acabou derrubando aeronave.
Vídeo: Helicóptero rebelde ataca tropas leais ao governo

Chamada pelo Presidente para resistir ao golpe, a população foi para as ruas e enfrentou os militares. Ao que tudo indica o golpe foi uma rebelião localizada, limitada a movimentação em apenas duas importantes cidades e sem o apoio de Generais do alto comando do Exército.


Os rebeldes alegavam que o movimento era pela democracia, já que o Presidente Erdogan tem uma tendencia centralizadora de poder. Porém, segundo o Terra, chegaram a jogar bombas no parlamento,

Figura contraditória, Erdogan defende que a Turquia continue um estado laico, democrático repudiando uma constituição baseada na Sharia, mas ao mesmo tempo defende que o papel da mulher é ser mãe e que muçulmanos não devem se preocupar com contracepção ou planejamento familiar.


Ao mesmo tempo que a Turquia é vítima de atentados do Estado Islâmico, Erdogan ataca Curdos na fronteira que combatem o EL e derruba aviões russos que atacam os terroristas.

A quem acredite em teorias da conspiração, dizendo que isso era um falso golpe apenas para aumentar a popularidade da autoridade turca. Se for realmente isso, quem elaborou esse roteiro merece um Oscar pois teve até fuga de militares rebeldes para Grécia, com direito a pedido de asilo político.

Bom, Erdogan era um primeiro ministro que sempre quis ser presidente. Agora é um presidente que gostaria de acabar com o parlamentarismo, quem sabe para ser imperador ou sultão. rs rs rs


Cada povo com seu governante. Segundo um amigo, a Turquia é árabe demais para ser Europa, ocidental demais para ser islâmica e burra demais para ser potencia.

Se podemos aproveitar alguma coisa desse incidente é mostrar para os nossos petistas o que realmente é um golpe e como ele NÃO deve ser feito, para aqueles que ainda acreditam que o Brasil precisa de uma intervenção militar.

Agora, cá entre nós: Erdogan, parece nome de remédio para azia...

Em tempo: A Grécia promete devolver o helicóptero usado por militares rebeldes que para lá fugiram, mas pensa em considerar o pedido de asilo. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...