Pesquise no Site

1 bilhão para ressuscitar o cadaver, digo, o Kaveri

Segundo a mídia indiana, a França ofereceu-se para investir 1 bilhão de euros para reativar e desenvolver em parceria com a Índia, o projeto da turbina Kaveri,  para equipar a nova geração de caças Tejas.

A proposta é a utilização de créditos de compensação que viriam a partir da compara do caça Rafale. Esta compensação é parte comum de contratos dessa natureza que obrigam empresas estrangeiras que vendem equipamentos para a Índia a investir uma parte do Custo do contrato na indústria aeroespacial e de defesa local. 


No caso do Rafale, a obrigação de compensação é da ordem de 50% do custo. Fontes disseram que, desde janeiro, várias rodadas de discussões aconteceram entre as autoridades indianas e empresa francesa Safran, que desenvolveu o motor M88 do Rafale.

Os peritos franceses que avaliaram o motor Kaveri - que foi mais ou menos abandonados para uso na aviação em 2014 devido a deficiências no poder -indicated que 2530% mais trabalho seria necessário para torná-lo flightworthy.

De acordo com o negócio que está sendo oferecido, a Safran tornaria o Kaveri "flightworthy" em 18 meses. A proposta é integrar o Kaveri atualizado com o Tejas até 2020. A força aérea está comprometida com a compra de pelo menos 80 unidades do caça que atualmente utiliza os motores GE 404.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...