Turquia alerta que derrubaria aviões que violem seu espaço aéreo


ISTAMBUL (Reuters) - A Turquia não hesitaria em abater aeronaves que violassem o seu espaço aéreo, disse o primeiro-ministro Ahmet Davutoglu neste sábado, um dia depois de o membro da Otan derrubar um drone não identificado perto da fronteira com a Síria.

Aeronaves da Síria, da Rússia e da coalizão dos Estados Unidos têm voado em missões de combate perto das fronteiras da Turquia como parte da guerra civil na Síria. O incidente com o drone destaca o perigo de que a Turquia, com o segundo maior exército na Otan, poderia ser levada a um confronto militar.

A Turquia já havia reclamado de aeronaves russas violando seu espaço aéreo ao longo da fronteira com a Síria este mês.

"Nós derrubamos um drone ontem. Se fosse um avião, faríamos o mesmo. As nossas regras de combate são conhecidas. Quem viola nossas fronteiras, vamos dar-lhes a resposta necessária", disse Davutoglu em um comício de seu partido AK, na cidade de Kayseri.

A Turquia ainda está investigando de onde veio o drone, abatido após manter seu curso apesar de três alertas, em linha com as regras de combate do país, informou o serviço militar da Turquia.

(Por Asli Kandemir)