Trem de pouso falha e passageiros se negam a embarcar em avião no Piauí

Fonte: Cidade Verde
Uma falha no trem de pouso de um avião da companhia aérea TAM causou um alvoroço no fim da tarde deste sábado (17) em Teresina. Por causa do problema na aeronave, que passou 40 minutos sobrevoando a capital piauiense, passageiros que estavam no Aeroporto Senador Petrônio Portella e embarcariam para Brasília se recusaram a seguir viagem.

A passageira Rosana Ribeiro, assessora parlamentar da deputada federal carioca Rosângela Gomes (PRB), embarcaria às 17h12 para Brasília, mas foi uma das passageiras a se recusar a seguir viagem. Com o impasse, houve um princípio de confusão no salão de embarque do aeroporto.

"Chegamos a entrar no avião, mas estava demorando a decolagem e fazia muito calor. Então, resolvemos desembarcar. Ficamos no saguão à mercê da TAM", comentou Rosana Ribeiro.

O voo também tinha como passageira a deputada estadual Juliana Rodrigues de Oliveira (AC), que veio a Teresina para participar do I Encontro Estadual do PRB Mulher Piauí. "A deputada pegaria o voo que sai de Brasília às 21h para ir a Rio Branco, mas já perdeu a conexão também", revelou Rosana Ribeiro. "Os funcionários da TAM sumiram do salão de embarque", desabafou.

Em nota, a TAM informou que o avião passou por uma manutenção e foi liberado para decolar para Brasília às 20h10. Confira a nota na íntegra:

A TAM Linhas Aéreas informa que, o voo JJ 3841 (Fortaleza – Teresina - Brasília), que decolou às 15h58, pousou normalmente na capital piauiense às 17h11. A aeronave realizou manutenção corretiva e tem previsão de decolar para Brasília às 20h10.

A companhia lamenta o ocorrido e informa que está prestando a assistência necessária aos passageiros. Por fim, a empresa reitera que a segurança é um valor imprescindível e que todas as suas decisões visam garantir uma operação segura.