Urubu choca-se com avião e fere o piloto - Atualizado


Um avião de pequeno porte se envolveu em um acidente no espaço aéreo da cidade de Lavras (MG), a 240 quilômetros de Belo Horizonte. Um urubu da espécie cabeça-preta se chocou com o para-brisa da aeronave e abriu um rombo no vidro, causando ferimentos leves no rosto do copiloto, Pedro Orsi Vieira. O acidente aconteceu na sexta-feira (17). O voo saiu de Uberlândia rumo a Lagoa do Prata, ambas em Minas Gerais.



A aeronave alterou a rota inicial e a colisão ocorreu no novo percurso. Após a batida, o pouso ocorreu em Lavras (MG) com segurança. Cinco pessoas estavam a bordo, mas apenas o co-piloto se feriu. O pássaro morreu.

O avião era um modelo Piper PA31 Navajo, segundo o registro da ocorrência no site do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), pertencente à empresa Pontual Incorporadora. O empresário Alécio Pereira, dono da Pontual, também estava no voo como passageiro. O piloto e as outras duas pessoas a bordo ainda não foram identificadas.


Um vídeo gravado em celular, pouco após o acidente, foi publicado na internet (acima). O copiloto publicou nas redes sociais fotos do estado do para-brisa e dos seus óculos, e comentou seu estado de saúde. "Estou bem sim, sofri só alguns cortes".No início da semana, houve notícias que faziam referência ao itinerário do voo de maneira equivocada --que teria passado por cidades do Nordeste como Fortaleza, Teresina e São Luís, o que foi desmentido pelo Cenipa. A reportagem do UOL procurou o copiloto Pedro Orsi Vieira e o empresário Alécio Pereira, mas ambos não foram encontrados até a publicação desta nota.

Foto compartilhada em Rede Social
De acordo com o Cenipa, 1.495 acidentes com aves aconteceram em 2014 no espaço aéreo brasileiro, além de mais 65 colisões com outros animais.

UOL

Nota do Editor: O blog Aerofatos é um site de clipping, isto é, publica matérias postadas em outas mídias. No dia 19/7 publicamos a notícia com base na matéria do Portal AZ que mencionou o acidente com informações ainda preliminares. No dia 20/7, replicamos a matéria do site do Estado de Minas que dizia que o acidente teria ocorrido domingo em uma rota no nordeste, o que gerou um certo desconforto pelas redes sociais. Acredito que com essa "correção" o caso fique devidamente esclarecido.