Pesquise no Site

Avião com asas que se autoreparam em voo pode estar disponível entre 5 e 10 anos


A notícia veio da BBC e foi replicada pelo site português DN: Um avião com asas capazes de reparar danos sofridos durante um voo poderá estar disponível entre cinco a dez anos, segundo pesquisadores da Universidade de Bristol, no Reino Unido.

A equipe  da universidade inspirou-se na forma como o corpo humano cicatriza após um corte, estanca o sangue e criando uma crosta. Para tal, desenvolveram minúsculas microesferas de um "agente de cura" à base de carbono líquido, que são espalhadas na asa do avião. Em caso de necessidade, as esferas libertam o líquido que se espalha e solidifica.

A solidificação ocorre devido ao contacto com uma substância catalisadora, presente no material destas asas inovadoras e em que a temperatura constitui um fator adicional.

"Estamos falando de pequenas fissuras, e não de rasgos de um metro", disse o professor de Química, Duncan Wass, referindo que as microfissuras podem levar a falhas catastróficas, acrescentando que esta tecnologia poderá ainda ser aplicada a outros produtos feitos com materiais de compósitos de carbono, como quadros de bicicletas e turbinas eólicas.

Os materiais compósitos são cada vez mais utilizados pelas companhias aéreas modernas, aviões militares e turbinas eólicas, por serem bastante rígidos e fortes, mas muito leves", disse, classificando esta inovação como "perfeita" para a indústria aeroespacial.

Com informações do DN
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...