Pesquise no Site

Angola adquire nova aeronave executiva e não é um Embraer.


O executivo angolano autorizou a compra de um novo jato da fabricante Bombardier por 62,5 milhões de dólares (56,1 milhões de euros), segundo um despacho presidencial a que a Lusa teve acesso. 

O documento, que autoriza o negócio a concretizar pelo Ministério dos Transportes, refere apenas a "necessidade de se adquirir uma aeronave do modelo Bombardier inc Global 6000", mas sem especificar a utilização que será dada ao equipamento.

Além da Força Aérea, o Estado angolano, direta ou indiretamente, adquire aeronaves para a companhia aérea de bandeira TAAG e para a subsidiária da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) - empresa pública - para o setor da aviação interna, Sonair. 

É ainda especificado no mesmo despacho, de 23 de abril último, que a compra será feita à empresa ME Aviation Limited, sem adiantar outros pormenores. 

Segundo informação da própria Bombardier Aerospace (Canadá), esta aeronave, considerada como uma das mais avançadas no segmento de luxo, tem um comprimento total de 30,3 metros e uma envergadura, de asas, de 28,7 metros. 

Com capacidade para voos diretos entre Moscovo (Rússia) e Los Angeles (Estados Unidos) em 12 horas e uma velocidade de cruzeiro de 934 quilômetros por hora, conta com uma configuração padrão para transportar 12 passageiros, em vários níveis de classe executiva.


Em tempo: O BNDES financiou cerca de 8 bilhões de reais nos últimos anos para obras de empreiteiras brasileiras em Angola. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...