Investigação sobre preço de caças não preocupa Saab, diz CEO


São Paulo - O executivo-chefe da Saab, Hakan Buskhe, disse hoje que não está preocupado com uma investigação no Brasil sobre possíveis irregularidades de preço na venda de 36 caças Gripen NG para o País.

Autoridades brasileiras apuram o motivo de o preço dos aviões ter subido desde 2009. O contrato para a venda dos caças ao Brasil, no valor de 39,3 bilhões de coroas suecas (cerca de US$ 4,5 bilhões), foi anunciado em 27 de outubro do ano passado.

Segundo Buskhe, variações cambiais e a evolução das exigências feitas pelo Brasil levaram à mudança no preço.

"Não estamos preocupados com a investigação", disse o CEO, acrescentando não acreditar que a diferença de preço seja grande. Com informações da Dow Jones Newswires.