Pesquise no Site

Gol contra


Piloto pode ser punido por deixar meia turco entrar em cabine durante voo

Após vitória sobre Luxemburgo, Arda Turan esteve em espaço reservado para parabenizar os companheiros de seleção. Ato quebrou protocolo de segurança

A tripulação de um voo da empresa Turkish Airlines será investigada pela Direção de Aviação Civil da Turquia, após a imprensa local noticiar que o piloto de uma aeronave deixou que o meia Arda Turan, do Atlético de Madrid, fosse à cabine na viagem de retorno a Istambul, após a vitória da seleção nacional sobre Luxemburgo por 2 a 1, em um amistoso no dia 31 de março. 

Arda Turan aproveitou a ocasião para usar o sistema de som da aeronave e parabenizar os companheiros pela vitória. O jogador, inclusive, já havia postado nas redes sociais uma foto numa cabine de avião dias antes.

De acordo com as autoridades turcas, o episódio configura uma séria quebra do protocolo de segurança de voos, já que nenhuma pessoa além da tripulação é permitida na cabine durante o voo. 

A punição mínima para os pilotos é uma multa de € 260, mas eles podem receber outras sanções ao fim das investigações. O episódio aconteceu pouco depois da queda do avião da empresa alemã “Germanwings”, cujas diligências posteriores apontaram que o co-piloto do avião, Andreas Lubitz, deliberadamente se trancou na cabine e provocou a queda da aeronave. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...