Se meu Peugeot falasse...


Quando vi essas fotos pelo Facebook fiquei tentando imaginar o que teria acontecido com esse Peugeot. Cliquei com o botão direito do mouse sobre uma das fotos e rapidamente meu Google Chrome identificou o site de origem. Para minha desgraça era um site Húngaro. 



Se alguém aqui já tentou traduzir um desses sites de língua estrambólica com o tradutor automático do Google já deve ter visto a porcaria que sai. Se você tentar fazer isso tarde da noite depois de um dia cansativo de trabalho, daí que a coisa não vai prestar mesmo!  


Junta-se um texto sem nexo com uma má vontade cerebral e depois da quinta linha você repara que já não esta traduzindo mais nada e perdeu totalmente o fio da meada do texto original. Sua tradução passou a ser uma criação. 


Foi ai que eu pensei: "Se eu não vou ter competência e nem paciência para traduzir em Húngaro, melhor então convidar os leitores a criar um texto para isso". Assim nasceu o I Concurso Aerofatos Tabajara de Redação! 


É claro que é brincadeira, mas se você não tiver mais nada interessante para fazer na vida, crie uma pequena história engraçada para explicar o que aconteceu com essa porcaria de carro. Você pode aproveitar a região comentários para isso.


Agora, se você fala húngaro e quiser apenas traduzir o texto original, fique a vontade. Para acessa-lo basta clicar aqui.