Pesquise no Site

Polícia do Paraná passa a usar helicópteros em operações noturnas


A Segurança Pública do Paraná conta, desde sexta-feira (20), com um novo aliado no combate à criminalidade: as operações aéreas policiais serão mais frequentes no período noturno. Para garantir a ação, foi assinado um termo de compromisso entre o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (Bpmoa) e o Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta II), que é responsável pelo controle da movimentação aérea no Sul e parte do Sudeste do País. A assinatura foi no Cindacta, no bairro Bacacheri, em Curitiba.

A ação ocorrerá, inicialmente, em Curitiba. Para voar, os helicópteros do Governo do Estado precisam de autorização prévia do Cindacta. O documento assinado nesta sexta-feira regulamenta o procedimento, ao autorizar e priorizar voos noturnos das aeronaves do Bpmoa para atendimento a ocorrências e operações policiais de patrulhamento, resgate e transporte. A autorização válida até agora era somente para o período diurno.

GRANDE APOIO - Pela agilidade no deslocamento e visão privilegiada, a aeronave pode fazer a diferença em uma ocorrência. O secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Fernando Francischini, disse que os helicópteros poderão, inclusive, serem acionados imediatamente para acompanhar uma perseguição após roubo a caixa eletrônico.

“O helicóptero é uma excelente ferramenta de combate ao crime, agora também durante a noite”, disse Francischini. “O governador Beto Richa pediu que colocássemos a estrutura que já existia para operar de acordo com a técnica policial. Temos um grande apoio da Força Aérea e do Cindacta”, afirmou ele, que acompanhou a assinatura do documento, juntamente com o subcomandante-geral da PM, coronel Nerino Mariano de Brito.Francischini também visitou as instalações do Cindacta.

ROTAS E HORÁRIOS - De acordo com o comandante da unidade aérea da PM, tenente-coronel Adonis Nobos Furuushi, as ações ocorrerão, inicialmente, em Curitiba. “O documento leva informações sobre abrangência de território, rotas e horários em que as aeronaves poderão trafegar”, explicou. 

Pelo Cindacta, o coronel aviador José Vagner Vital destacou a importância de facilitar as operações de Segurança Pública. “Nós procuramos, com este acordo operacional, contribuir com as operações, fazendo com que as decolagens sejam mais eficientes tanto de dia quanto à noite, de tal maneira que tanto as operações de evacuação, de cuidado com enfermos, transplantes, como as policiais possam ocorrer com mais facilidade, usando o código adequado. Assim ganhamos mais tempo e eficiência nas ações de segurança”, afirmou...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...