Mais quatro para a fogueira?


Rebeldes islamitas capturaram neste domingo cinco tripulantes de um helicóptero militar do regime sírio no noroeste do país, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), destacando que um deles foi executado.

"Um helicóptero do regime fez um pouso forçado na região de Jabal al Zawiya, no noroeste [do país], um reduto da Frente al Nosra [braço sírio da Al Qaeda]", informou à AFP Rami Abdel Rahmane, diretor do OSDH.

"Quatro membros da tripulação foram capturados e um quinto foi abatido por homens armados em um povoado da região", na província de Idleb, acrescentou.

Dois membros da tripulação estão nas mãos da Al Nosra, enquanto outros dois foram capturados por um grupo islamita desconhecido. Pelo menos uma sexta pessoa está foragida. O OSDH mostrou fotos de homens cercando um helicóptero danificado e inclinado em uma planície.

A TV estatal síria, por sua vez, admitiu que um "helicóptero militar caiu durante um pouso forçado, por causa de uma falha técnica, na província de Idleb. As investigações para encontrar a tripulação estão em andamento".

Apesar das condenações internacionais, o regime usa com frequência seus helicópteros para atirar barris com explosivos sobre as regiões rebeldes na Síria, um ataque que causou centenas de vítimas em um ano.


Em tempo: Resta saber se esses tripulantes capturados terão o mesmo destino do piloto jordaniano queimado vivo.