EUA: Usuários domésticos de drone não podem postar vídeos no Youtube

Um dos muitos vídeos de Jayson Hanes
Parece ridículo, mas aconteceu. De acordo com o site Motherboard, a FAA (Federal Aviation Administration), orgão americano que regulamenta a aviação naquele país enviou uma carta ameaçadora para Jayson Hanes, um morador de Tampa na Florida que é apaixonado por drones e filmava seus voos para postar no Youtube.

De acordo com a carta, ele deveria parar com as postagens de vídeos em seu canal no site caso contrário estaria sujeito a multas e sanções. É que segundo as normas daquele país, usuários domésticos não podem utilizar drones para fins comerciais. Como o Youtube pode remunerar o usuário através de propagandas, ele estaria infringindo tal norma.

Empresas americanas que tentaram a utilização de drones para entregas e divulgação já receberam cartas parecidas, mas é a primeira vez que um usuário é enquadrado por essa razão. O precedente agora gera duvidas para os milhares de usuários americanos de drones. 

Uma filmagem feita com drone poderá ser vendida ou constitui uso comercial? Sendo o Youtube uma empresa da Google regida por leis americanas, poderão usuários não americanos postar imagens feitas por drone? Estas e muitas outras perguntas ficaram em aberto e assim vão permanecer até que realmente haja uma regulamentação clara.

O mais irônico é que os vídeos de ataques de drones feitos pelo governo americano cujo conteúdo não é nem pouco apropriado para livre divulgação, continuam sendo exibidos livremente apesar de exibirem pedaços de terroristas voando pelos ares.

É por isso que eu admiro os Estados Unidos, mas moro no Brasil... 

Pedaço da carta enviada pela FAA