Pesquise no Site

Mais um no páreo?

Korean Air e Airbus se juntam para fabricar caças para a Coreia do Sul

Parceira competirá com KAI e a Lockheed Martin.
País quer 120 caças da classe F-16, para substituir os F-4 e F-5 até 2025.


A principal linha aérea da Coreia do Sul, a Korean Air, e o conglomerado aeroespacial europeu Airbus disputarão esta semana um projeto para desenvolver conjuntamente aviões de combate para o Exército sul-coreano.

Segundo informaram neste domingo (22) porta-vozes da Korean Air à agência "Yonhap", ambas as empresas assinaram um memorando de orientação do projeto. O porta-voz explicou que ainda restam negociar os detalhes de cooperação tecnológica e investimento.

As companhias apresentarão uma proposta para vencer o contrato do projeto KF-X, avaliado em 8,5 trilhões de wons (US$ 7,650 bilhões) e que procura desenvolver cerca de 120 caças da classe F-16 para substituir os F-4 e F-5 por volta do ano 2025.


Korean Air e Airbus competirão com outro projeto conjunto do fabricante sul-coreano Korea Aerospace Industries (KAI) e o gigante americano Lockheed Martin.

Está previsto que o programa de aquisição de defesa (Dapa), sob supervisão do Ministério da Defesa do país asiático, escolha um dos dois projetos em março e que anuncie sua seleção de maneira oficial em torno de julho.

Especialistas consultados pela Yonhap apontam que o projeto da KAI parece estar em vantagem na parte técnica, já que desenvolveu para as Forças Armadas sul-coreanas o helicóptero de transporte Surion e o caça de treinamento T-50 Golden Eagle.

No entanto, consideram que o da Korean Air apresenta um maior potencial em capacidade de investimento e em que o Exército sul-coreano especificou que os caças devem ter duas turbinas, da mesma forma que o Eurofighter Typhoon fabricado pela Airbus.


Comentário: Já vimos muitas informações a respeito do KF-X Coreano ao longo desses quase 15 anos. Acordos e parcerias já foram divulgados e desfeitos. Países entraram e saíram. O caça já ganhou e perdeu motor. Quanto às fotos, são algumas das muitas concepções artísticas divulgadas nesse período. Ainda não esta claro o que teremos no final, se é que teremos um final. A entrada da Korean Air só reforça um problema que acontece naquele pais: Os grandes negócios estão nas mãos de poucas famílias poderosas. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...