Drone com bloqueador?


As autoridades já proíbem o tráfego aéreo não autorizado sobre a Casa Branca, mas os drones facilmente podem escapar a esta proibição. Prova disso é que no início da semana, foi detetado um drone no terreno e que teria estado a ser manobrado por um funcionário do governo.

A DJI anuncia agora que os drones irão ser bloqueados para não sobrevoarem a Casa Branca, adaptando um mecanismo que já existe e que impede os drones de se aproximarem a uma determinada distância dos aeroportos.

A atualização de firmware vai ser obrigatória e para todos os drones Phantom 2, Phantom 2 Vision e Phantom 2 Vision+. O objetivo é cumprir o aviso da FAA, a autoridade que regula o espaço aéreo nos EUA. Os drones não vão conseguir voar dentro de um raio de 25 km à volta da Casa Branca. Adicionalmente, a DJI anuncia que também vai atualizar a lista de No Fly Zone para cerca de dez mil aeroportos registados nas autoridades internacionais. 

No entanto, o comunicado da DJI não esclarece se continua a ser possível voar com o modo GPS desativado, situação em que as No Fly Zone não são aplicadas.