A guerra de informações (atualizado)


Hoje (18/1) pela manhã a Reuters havia publicado que uma ala síria da Al Qaeda, a Frente Nusra, teria dito no Twitter que havia derrubado um avião de carga do exército Síria. Somente agora de tarde foi possível comprovar através de informações do Observatório Sirio de Direitos Humanos que a queda foi um acidente causado pelo mau tempo. 

Apesar disso o grupo terrorista insiste em assumir a responsabilidade e chegou publicar fotos dos destroços e corpos espalhados (veja aqui).  Acredita-se que pelo menos 35 soldados sírios teriam morrido.

Segundo a ONG, o avião caiu após tocar um fio de alta tensão na província de Idlib, devido à má visibilidade por causa da neve.

Em dezembro, o grupo Estado Islâmico (EI) capturou um soldado jordaniano após a queda de seu avião na campanha aérea internacional contra os jihadistas. O EI assegurou que havia abatido o avião, mas os Estados Unidos e a Jordânia contestaram essa versão.

Nota: De acordo com a EFE pelo menos cinco analistas militares iranianos figuram entre os 35 mortos.