Pesquise no Site

Borrões


As autoridades da Austrália publicaram nesta sexta-feira as primeiras imagens do leito marinho do oceano Índico que correspondem à área na qual são procurados os destroços do avião da Malaysia Airlines, desaparecido em 8 de Março com 239 pessoas a bordo.
Mais de nove meses depois do desaparecimento da aeronave, o Gabinete Australiano de Segurança no Transporte (ATSB, na sigla em inglês) divulgou uma representação computadorizada do fundo marinho.



Esta semana, o ATBS informou que o navio Fugro Equator continua a recolher dados barimétricos, enquanto o Fugro Discovery e o GO Phoenix recomeçaram as suas operações de busca.

A área de busca fica ao longo do chamado «sétimo arco», uma curva que se estende em frente ao litoral ocidental da Austrália.

Até ao momento, o Fugro Equator, da empresa holandesa Fugro contratada pela Austrália para estas tarefas, recolheu dados numa área de 200.000 quilómetros quadrados.

O avião da Malaysia Airlines desapareceu a 8 de Março com 239 pessoas a bordo, após mudar de rumo numa «acção deliberada», segundo os especialistas, 40 minutos após ter descolado de Kuala Lumpur em direção a Pequim.

Desde essa data desconhece-se o seu paradeiro e não foram encontrados destroços da fuselagem, o que evidencia um mais do que provável acidente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...