Pesquise no Site

A história se repetiu


Três pessoas ficaram feridas após um helicóptero cair por volta das 13h30 deste domingo (7), em Terra Boa, no noroeste do Paraná. Segundo a Polícia Militar (PM), a aeronave levantava voo, para fazer um passeio panorâmico, quando ocorreu uma pane mecânica e caiu. Conforme a polícia, o helicóptero estava a aproximadamente 10 metros de altura quando ocorreu a pane. Ao todo, quatro pessoas estavam na aeronave. Após o acidente, o piloto fugiu sem prestar socorro às vítimas.

Dois homens de 48 e 44 anos e uma criança de nove anos eram passageiras do helicóptero. Os três foram levados para o Hospital Municipal São Judas Tadeu, em Terra Boa, com ferimentos leves. O homem de 48 anos e a criança foram liberados após o atendimento. Já a vítima de 44 anos, pai da criança, foi transferido para um hospital de Campo Mourão, no centro-oeste, com suspeita de fratura na clavícula.


Neste domingo, os moradores do município estavam reunidos no Parque de Exposição em um almoço preparado para a 4ª Festa das Nações.  Conforme a polícia, perto das 13h, um helicóptero sobrevoou a festa e pousou ao lado do Parque. Pouco tempo depois, ocorreu o acidente. A aeronave caiu no pátio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) com as hélices viradas para baixo.

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o helicóptero, fabricado para transportar apenas três pessoas, estava com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) cancelado. O documento venceu no dia 5 de setembro de 2012 e a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) estava vencida desde 16 de dezembro de 2010.

Segundo o prefeito Valter Peres (PDT), a organização da festa não contratou nenhum serviço aéreo para o evento. “Nós não contratamos nenhuma empresa para realizar voos panorâmicos durante a festa. Para nós foi uma surpresa quando vimos esse helicóptero chegando à cidade”, argumenta o prefeito. “Infelizmente não temos como controlar o espaço aéreo”, acrescenta.


Acidente em agosto

Em agosto deste ano, cinco pessoas ficaram feridas na queda de um helicóptero em Candói, na região central do Paraná. A aeronave fazia um voo panorâmico com visitantes e caiu de uma altura de aproximadamente 15 metros. O helicóptero estava em situação irregular, conforme aponta o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) da Anac. A Inspeção Anual de Manutenção (IAM) e o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) estavam vencidos, ambos há mais de um ano.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...