Pesquise no Site

Só isso?


Pelo menos 19 pessoas morreram na noite de quarta-feira (24) em bombardeios da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos contra alvos do grupo Estado Islâmico (EI) nas províncias sírias de Deir Ezzor e Hasake, informou nesta quinta (25) o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

As vítimas são 14 combatentes da organização radical e cinco civis, que morreram em decorrência dos ataques aéreos contra quartéis e refinarias de petróleo em poder do EI. Os jihadistas mortos estavam em Deir Ezzor, e os civis em Hasake.

Os EUA anunciaram que foram realizados 13 ataques com caças e aviões não tripulados contra 12 refinarias sob controle dos extremistas em zonas remotas no leste da Síria.

O Observatório detalhou que os bombardeios tiveram como alvo instalações de petróleo, bases, postos de controle e carros blindados do EI nas regiões de Al Mayadin, Baqras, Qorei e Harbía. A ONG ressaltou que um dos ataques atingiu uma refinaria, que não estava em poder do EI, mas de civis, na área de Ashara.

Em Hasake, os aviões da coalizão bombardearam três instalações petrolíferas em Al Hul, no nordeste da província. Os EUA anunciaram na segunda-feira (22) que haviam começado a ofensiva contra o EI em território sírio, na qual também participam vários países árabes.

A organização jihadista proclamou um califado no Iraque e na Síria no final de junho, onde conquistou amplas partes do norte e do centro de ambos países.

Os combatentes do EI assumiram o controle de instalações e campos de petróleo na Síria. As autoridades acreditam que eles vendem combustível no mercado negro para financiar suas operações.
Os bombardeios contaram com a participação de aviões da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes Unidos, segundo Kirby.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...