ABC de olho no Gripen


Um grupo de empresas e instituições participantes do projeto APL (Arranjo Produtivo Local) da Defesa do Grande ABC vai participar de uma missão à Suécia nos dias 22 a 26. O foco é visitar centros de pesquisa e instalações da Saab, companhia que vai montar fábrica no município, em parceria com a indústria Inbra, de Mauá, para a produção e montagem de aeroestruturas (peças da fuselagem, por exemplo) para o caça Gripen NG, avião-caça que será fornecido à FAB (Força Aérea Brasileira).

Entre os integrantes da missão, uma delas será a empresa Serra Soldadura, de São Bernardo, que atualmente fabrica equipamentos de soldagem para peças do avião KC 390, da Embraer. Segundo o diretor da Serra, Rafael Ronconi, a intenção é buscar aproximação com a companhia sueca, para conseguir fornecer itens à produção do Gripen.

O projeto do APL, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São Bernardo, deverá ainda ganhar o apoio da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), que prepara plano para capacitar indústrias para fornecer para a Saab. Além disso, empresas que participaram de rodadas de relacionamento com a área de compras da Aeronáutica, durante seminário no dia 30 de julho, na Universidade Metodista, têm a chance de conseguir aproximação para atender essa Força Armada.

A coordenação do programa deve enviar os nomes das indústrias consideradas mais promissoras para fornecer à FAB, o que pode resultar em visitas de oficiais às fábricas para conhecer, de perto, os itens que estas produzem. Outro resultado do APL é que deverá haver, no dia 17, assinatura de convênio com a Caixa para acesso a linhas especiais de crédito para capital de giro, com juros de 0,83% para empresas desse ramo e também de outras áreas (indústrias de móveis, têxteis e ferramentarias).