Pesquise no Site

Inimigo meu


De acordo com a mídia internacional, um caça chinês J-11 (versão local do Su-27) aproximou-se perigosamente de um avião P8-Poseidon de vigilância marítima americano sobre águas internacionais no leste da China. O incidente ocorreu na terça-feira, dia 19, mas só foi divulgado hoje pelo Pentágono. 

O caça chinês que se encontrava armado chegou a ficar a menos de 10 metros de distância do avião americano que realizava uma missão de rotina, segundo o contra-almirante John Kirby, porta-voz do Pentágono.

A aproximação se repetiu por três vezes, sendo que em uma delas, o caça exibiu suas armas de maneira provocativa. O avião americano é do esquadrão VP-16 que esta atualmente baseado na ilha de Okinawa no Japão, uma das maiores bases americanas na região da Ásia e Pacífico, desde Dezembro de 2013.

Esses aviões de vigilância estão sendo utilizados para monitoramento das atividades da China desde que a disputas pelas ilhas da região se intensificaram.

Em abril de 2001, ocorreu na mesma zona, 220 km a leste da ilha de Hainan, uma colisão entre um avião EP-3 da marinha americana em missão de ELINT (Inteligência Eletrônica) e um caça J-8 chinês causando a morte de um piloto chinês e o pouso forçado do aparelho americano. 

O incidente provocou uma crise diplomática entre os governos de Pequim e Washington.

Com informações de Isto é, Reuters de The Aviationist


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...