70 anos da morte do autor de "O Pequeno Príncipe"

P-38 Jeanne pilotado por Exupery
Nascido em junho de 1900, Antoine de Saint-Exupéry tornou-se piloto aos 22 anos. Pilotou na companhia de aviação Aéropostale, precursora da Air France e manteve uma carreira paralela como jornalista e escritor. Entre suas obras estão: Voo Noturno, O Aviador, Piloto de Guerra e o mais famoso: O Pequeno Príncipe.

Neste livro Exupéry conta a história de um piloto acidentado no deserto que encontra um ser do espaço na forma de uma criança. O viajante espacial conta suas aventuras pelos planetas, onde conhece diversos personagens.

Através da parábola do pequeno príncipe, Exupéry discorre sobre valores da sociedade e a personalidade humana. Uma história infantil que acabou encantando diversas gerações independente da idade. Teve várias adaptações tanto para o cinema, como para a TV e o teatro.


Em 1943 uniu-se as Forças Francesas Livres para lutar na Segunda Guerra contra a Alemanha. Desapareceu em 31 de Julho de 1944 pilotando um P-38 em uma missão de reconhecimento. 

Em 2004 uma investigação jornalistica acabou por revelar os restos de sua aeronave encontrados por um mergulhador. Anos mais tarde, um ex-piloto alemão assumiu a autoria dos disparos que abateram Exupéry, lamentando a morte do escritor.

Seu desaparecimento parece combinar com a frase mais famosa do seu "O Pequeno Príncipe" de 1943: 

- O essencial é invisível aos olhos.

*****