Pesquise no Site

Atenção agronautas gauchos!

Air Tractor 802
Estão abertas as inscrições para o curso voltado aos operadores da aviação agrícola. Realizado pelo Quinto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA 5), esse é o único curso dessa área existente na América do Sul e reconhecido pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA). 

O objetivo é proporcionar conhecimentos básicos de prevenção de acidentes aeronáuticos para a aviação agrícola e difundir as normas do Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAER). As inscrições vão até o próximo dia 14 de julho.

O curso é gratuito e será realizado entre os dias 21 e 25 de julho nas instalações do COGAPA (Clube Oficiais da Guarnição de Aeronáutica de Porto Alegre), próximo ao SERIPA 5, localizado na área do Quinto Comando Aéreo Regional (COMAR 5), em Canoas (RS).

Podem participar pilotos, colaboradores de empresas, técnicos e outros profissionais que atuam na atividade da aviação agrícola. São oferecidas 80 vagas no total e as inscrições podem ser feitas no site www.cenipa.aer.mil.br/cenipa/cursos/ ou pelo email inscricao@seripa5.aer.mil.br. Mais informações pelo telefone (51) 3462-1333.

“O objetivo é motivar e difundir conhecimentos específicos de prevenção para que o profissional tenha um eficaz desempenho na atividade da aviação agrícola”, afirma o Suboficial André Raimann. 

Estudioso e conhecedor das questões que limitam as operações aeroagrícolas, o Suboficial Especialista em Manutenção de Aeronaves Milton Cardoso de Lima participou da idealização do curso. Segundo ele, há uma queda significativa nos índices de acidentes após a realização do curso.

O programa abrange ainda temas como segurança no trabalho, utilização de agrotóxicos, toxicologia, aspectos médicos e psicológicos, gerenciamento do risco, aspectos jurídicos no acidente aeronáutico, manutenção de aeronaves, combustíveis e lubrificantes e outros.

Histórico – Em 2004, ocorreu um acidente aéreo no Estado do Rio Grande do Sul que resultou na morte do piloto. A perda de controle em voo foi um dos fatores contribuintes apontados pela investigação. No relatório final, a principal recomendação dos investigadores sugeria a realização de um curso específico de prevenção voltado para operadores aeroagrícolas.

Depois de estudos e análises de conteúdo foi elaborado um programa que contemplasse os principais problemas enfrentados por esses profissionais, tendo sido realizada a primeira edição do curso em 2009. A iniciativa do SERIPA 5 contou com o apoio da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande Sul (PUCRS) nas suas três primeiras edições.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...