Pesquise no Site

Os novos aviões de reconhecimento Russo

A-50U
Beriev A-50U: Um Ilyushin Il-76 modificado para missões AWACS 
De acordo com o site Voz da Rússia, a Rússia terá em breve um novo Sistema Aéreo de Alerta e Controle (AWACS): o A-100. A nova aeronave vai substituir o A-50 e aumentará significativamente as muitas capacidades de reconhecimento, patrulha e gestão do seu antecessor modernizado A-50U.

Segundo o site, esta plataforma garantirá a detecção de bombardeiros a uma distância de 650 quilômetros, de caças a 300 quilômetros, e de alvos terrestres, como uma coluna de tanques, a uma distância de 250 quilômetros.

O A-100, está sendo criado com base no IL-476 e será equipado com um sistema de rádio moderno e com um radar de varredura eletrônica ativa (AESA na sigla inglesa) de última geração.

Monitoramento permitido

Enquanto o A-50 e seu sucessor instigam a imaginação dos países ocidentais quanto às suas capacidades, o Tu-214ON, uma plataforma de reconhecimento com base no avião civil Tupolev Tu-204, esta sendo equipado com instrumentos de observação certificados para o Tratado Internacional de Céus Abertos.

Assinado há mais de 20 anos, esse tratado tem como objetivo principal ajudar na verificação da implementação de acordos de controle de armas. Para isso esses aviões terão a permissão de sobrevoar áreas de outros países em ocasiões pré-determinadas, realizando um monitoramento consentido.

A Russia construiu dois aviões deste modelo que depois de passar pela certificação internacional, poderá legitimamente ser usado para realizar voos de inspeção sobre os territórios de todos os 34 países participantes do tratado, incluindo os Estados Unidos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...