Pesquise no Site

Hoje foi o dia dele


A aeronave de transporte tático militar e de reabastecimento em voo é um projeto conjunto da empresa com a Força Aérea Brasileira (FAB) e representa um grande avanço em tecnologia e inovação para a indústria aeronáutica brasileira, sendo a maior aeronave produzida no país.




O projeto, que quer se tornar referência mundial, começou em 2009 e está em fase inicial de fabricação das aeronaves-protótipo, que devem levantar voo no final de 2014. O KC-390 será o primeiro protótipo deste programa.

O diferencial frente a outros aviões do mercado, inclusive o C-130 Hércules usado pela FAB, é que o KC-390 é multiuso, podendo desempenhar diversas funções, como operar em pequenas pistas na Amazônia, lançar paraquedistas, realizar busca, reabastecer outras aeronaves em voo, pousar na Antártica e lançar carga em pleno voo.


De acordo com Sergio Henrique da Silva Carneiro, Coronel Engenheiro e gerente do projeto, o KC-390 atende objetivos importantes.

“Com este avião podemos garantir a presença em todo o território nacional. Ao mesmo tempo, esse projeto fortalece a indústria aeroespacial nacional, que irá dar um salto e atingir um novo patamar. Além disso, a FAB precisa substituir aviões de transporte e é muito mais vantajoso comprar da indústria nacional”.


Aproximadamente 1.500 pessoas participam do projeto, na Embraer e mais de 30 empresas brasileiras foram contratadas para desenvolvimento e produção. Além de parcerias industriais com Argentina, Portugal e República Tcheca, o KC-390 possuiu 60 cartas de intenção de compra de diversos países; 28 unidades devem ser vendidas para a FAB. Estudos apontam potencial de mais de 700 aeronaves nos próximos 20 anos.


A Embraer e a FAB possuem um histórico de desenvolvimentos conjuntos bem-sucedidos, como é caso do Super Tucano. Para o desenvolvimento do projeto do KC-390, a FAB investiu R$ 4,9 bilhões, que incluem a produção de dois protótipos. O programa da aeronave foi incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

“A Embraer participou de nossas missões para entender quais eram nossas necessidades. A FAB fez requisitos militares bastante exigentes e a Embraer topou o desafio. O KC-390 contará com sistemas de última geração e o processo de desenvolvimento também é extremamente inovador”, destaca Carneiro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...