Pesquise no Site

Encontrado! (atualizado)


De acordo com o site G1, a Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou na noite desta terça-feira (22) que o avião bimotor Beechcraf Baron, desaparecido desde o dia 18 de março, foi encontrado em um local de difícil acesso, próximo ao município de Jacareacanga, no sudoeste do Pará.

Devido às baixas condições de visibilidade, as equipes de busca da FAB só retornarão ao local na manhã desta quarta-feira (23) para concluir a operação de resgate. Ainda não há informações a respeito das vítimas.

De acordo com o site Tapajos em Foco, um garimpeiro teria avistado o avião e repassado a informação para a polícia e o pessoal de busca que se deslocaram para o local. Lá constataram que a aeronave caiu por trás de uma montanha próximo a região do Jaburu. Ela estava com as portas lacradas e segundo informações, a mesma não se quebrou, enterrou-se no chão ficando apenas a cauda de fora. Não houve sobreviventes.

Ainda segundo a FAB. o avião foi encontrado a 20 km da sede do município de Itaituba. A área onde o avião foi encontrado já havia sido sobrevoada por diversas vezes, mas as condições da região não permitiam o avistamento do alto. (G1)

O garimpeiro Fausto Pereira espera receber uma recompensa de R$ 19 mil, prometida pelas famílias das vítimas para quem localizasse o avião. O delegado de Jacareacanga, Lucivelton Santos, acompanha o trabalho de resgate e diz que a geografia dificulta bastante o acesso e remoção do avião. G1

Entenda o caso

O bimotor decolou do aeroporto de Itaituba às 11h40 do dia 18 de março e sumiu 1h20 depois de o piloto ter feito o último contato pelo rádio. Desde então, a Força Aérea Brasileira (FAB) realizava buscas na região. Além das buscas aéreas, participaram voluntários, que incluem moradores de Jacareacanga, funcionários do Distrito Sanitário Indígena e indígenas da tribo Munduruku.

O Ministério da Saúde divulgou o nome das pessoas que estavam a bordo: as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa e Raimunda Lúcia da Silva Costa, o motorista Ari Lima, além do piloto Luiz Feltrin.

Uma das passageiras chegou a mandar mensagens de celular avisando que o avião passava por problemas. No primeiro SMS, enviado às 12h47, a técnica em enfermagem Rayline Campos avisava o tio Rubélio Santos sobre o perigo que enfrentava. "Tio to em temporal e um motr parou avisa a mae q amo muit tods ...to aflita..to em pânico...se eu sair bem aviso...to perto do jkre...reza por nos...n avisa a tia ainda... (sic)", dizia a mensagem. No segundo torpedo, emitido às 12h48, a passageira pediu socorro. "O motor ta parando.socorro tio tio (sic)."

Um avião P-3 Orion, com capacidade de identificar metais, o mesmo modelo usado nas buscas pelo avião desaparecido da Malaysia Airlines foi deslocado para ajudar nas buscas. Nesta terça-feira a Marinha confirmou que reforçaria as buscas pela aeronave, mas a equipe de 12 homens só chegaria no município de Jacareacanga nesta quarta.

De acordo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a situação da aeronave desaparecida, de matrícula PR-LMN, estava regular. A Inspeção Anual de Manutenção (IAM) e o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) estavam em dia. (G1)

Em tempo: Nossas condolências aos familiares e amigos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...