Pesquise no Site

Acidente com avião em Aripuanã (atualização)


Segundo o site G1, os destroços de um avião monomotor que estava desaparecido desde este domingo (6) foram encontrados por policiais civis na manhã desta segunda-feira (7). De acordo com informações da Força Aérea Brasileira (FAB), os restos do avião e os corpos do piloto e de três passageiros estavam a aproximadamente 20 km de Aripuanã, onde a aeronave havia decolado. Entre os passageiros estavam dois servidores da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema). O outro passageiro era um fazendeiro da região.

O delegado da Polícia Civil, Albertino Félix de Brito Júnior, confirmou ao G1 que o acidente deixou quatro pessoas mortas. Segundo ele, o corpo de uma das vítimas foi encontrado a vários metros da aeronave, em um abismo numa região de montanhas. Todo o trabalho está sendo feito pelos policiais civis, pois no município não existe Corpo de Bombeiros. Além disso, o único médico legista que atende a região está doente e não poderá auxiliar no trabalho.

Os corpos deverão ser levados para Juína, a 737 km de Cuiabá, para a coleta de amostras para exame de DNA. O material deve ser encaminhado para a capital. "Não temos necrotério, não temos câmara fria", disse o delegado.

Conforme Brito Júnior, o fazendeiro era muito conhecido na região e costumava viajar em voos fretados. A aeronave fazia voos diários de Aripuanã a Juína. "É um avião que sempre atendia a população da região", afirmou.

A assessoria da FAB informou que o avião faria uma parada na Fazenda Vespor, ainda em Aripuanã, para então seguir em direção a Colniza. Porém, caiu antes disso. Uma equipe da FAB de Campo Grande deslocou para a região neste domingo e iria começar as buscas pelo avião na manhã de hoje, mas, antes disso, um piloto entrou em contato com a Polícia Civil informando que havia encontrado os destroços do monomotor. Com isso, os policiais foram até o local.

A Sema havia confirmado por meio de assessoria que os servidores estavam desaparecidos, mas não deu detalhes, pois aguardava o desfecho do caso. Um amigo do piloto do avião disse que o voo demoraria cerca de 40 minutos. Thiago Paiva contou que o piloto tinha pelo menos 30 anos de experiência na profissão.

Sema nega fretamento de avião

De acordo com o site Mídia News, o secretário de Estado de Meio Ambiente (Sema), José Lacerda, afirmou que o monomotor em que viajavam os servidores Elias Borges Nogueira e Alexsandro Pereira da Silva, não foi fretado pelo Governo do Estado.

A aeronave modelo Minuano, prefixo PT-ROS, caiu na região de Aripuanã (1.050 km a Noroeste de Cuiabá) no último domingo (6), e causou ainda a morte de Eliano Laurindo Souza, o "Pisca" (piloto), e do empresário do ramo madeireiro Dércio Torremocha.

Em entrevista ao MidiaNews, Lacerda lamentou a morte dos dois analistas e afirmou que ambos estavam na região a trabalho, acompanhados de outros funcionários da pasta, para a realização de uma série de vistorias em fazendas, entre os dias 3 e 12 deste mês.

Segundo ele, o uso de uma aeronave ao invés do carro oficial no qual os servidores viajavam a serviço não deve ser visto com desconfiança, em função da realidade das estradas daquela região.

“Por uma questão de volume de chuvas da região, as estradas deviam estar ruins e o acesso às fazendas, difícil, o que demandou o uso da aeronave. Não nos cabe, nesse momento, querer achar motivos. Só temos que rezar para que essa tragédia não se repita e que Deus ilumine os familiares dessas vítimas”, afirmou o secretário.

Lacerda observou, ainda, que todo o apoio necessário está sendo prestado aos familiares dos servidores pelo Estado.

“Eram servidores de carreira muito bons, excelentes profissionais, com grandes serviços prestados à Sema. ”, afirmou.

Na manhã desta segunda-feira (7), funcionários que estavam trabalhando na sede da pasta, no Centro Político e Administrativo (CPA), foram dispensados devido ao decreto de luto pelo Governo.

Identificação

Quatro médicos legistas e um dentista iniciaram nesta terça-feira (08.04) o trabalho de identificação dos corpos das vítimas da queda do avião monomotor, no último domingo (06), em Aripuaná (1.002 km a Noroeste). Quatro pessoas morreram na queda do monomotor, entre eles dois servidores da Secretária de Estado de Meio Ambiente (Sema). Expresso MT


Dados da Aeronave


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...