Turquia abate avião militar sírio (atualizada)

foto meramente ilustrativa
Na manhã de hoje publicamos que, de acordo com o site RPT, um avião militar sírio teria sido abatido pela Turquia quando bombardeava rebeldes que tentavam tomar um posto fronteiriço estratégico no noroeste do país.

A fronteira entre a Síria e a Turquia é palco há três dias consecutivos de combates entre as forças sírias e os rebeldes, que disputam o controlo de um estratégico posto fronteiriço, Kasab, na província de Lattaqia (oeste), segundo o Observatório.

No início da tarde, sites internacionais e algumas mídias brasileiras, informavam que o primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, havia confirmado que as Forças Armadas de seu país derrubaram neste domingo um avião militar da Síria que se aproximava da fronteira em comum perto da província de Hatay, no litoral mediterrâneo.


Esta é a primeira vez que a Turquia derruba um avião militar do país vizinho, imerso em uma guerra civil há três anos. Porém, um helicóptero já havia sido derrubado em circunstâncias parecidas.

Momentos antes da derrubada, as Forças Armadas turcas tinham informado que os sistemas de defesa antiaérea síria haviam "acossado" uma patrulha de seis F-16 turcos por meio de seu radar, algo que ocorre com frequência. (extraído do Terra)

Agora no início da noite, as mídias internacionais confirmaram que um Mig-23 entrou no espaço aéreo da Turquia e após ignorar quatro avisos para voltar foi abatido por um caça F-16 turco que realiza uma patrulha na área. O jato caiu a 1.200 metros dentro do território sírio, perto da cidade de Kassab.