Agora é para valer: Seul vai de 40 F35A


Segundo o Flight Global, a Coreia do Sul decidiu formalmente adquirir 40 caça F-35A para o seu programa de aquisição de caças FXIII. Se tudo for como planeado, as entregas começarão em 2018.

Uma fonte familiarizada com as aquisições daquele país, diz que Seul vai agora emitir uma carta formal para os EUA com o pedido das aeronaves e outros elementos do programa, entre elas formas de compensação.

A imprensa da Coréia do Sul indica que o país espera concluir as negociações até o terceiro trimestre de 2014. A decisão de Seul segue o que foi dito um relatório em novembro 2013 realizada pela agência de notícias oficial da Coréia do Sul. O relatório mencionou que Seul optaria por mais 20 F-35A, mas os anúncios de hoje não mencionam isso.

Depois da Austrália e do Japão, a Coreia do Sul será a terceira nação da região a optar pela aeronave. Austrália, parceiro no programa F-35, poderia obter até 100 F-35A. O Japão comprará 48 aeronaves através da chamada "US Foreign Military Sales", da mesma forma que Seul. Entre outras potências regionais, Cingapura tem manifestado forte interesse na variante F-35B (STOVL).

A exigência do FX III Coreano, originalmente era de 60 aeronaves e participaram da disputa o F-15 Silent Eagle da Boeing e o Eurofighter Typhoon . O F-15SE parecia ter garantido a vitória no último verão, mas Seul abruptamente mudou as exigências do programa o que favoreceu o avião furtivo.]

Resumido e adaptado de Flight Global