Pesquise no Site

Vice-presidente financeiro da Helibrás morre esmagado por onibus


Uma das vítimas do acidente que deixou dois mortos e oito feridos na zona sul de São Paulo era o francês Cirille Fourny, 50 anos, vice-presidente financeiro da fabricante de helicópteros Helibrás.

De acordo com a assessoria de imprensa do grupo, Fourny ocupava o posto desde 2011, mas trabalhava no grupo –a Airbus Helicopters ---desde 1988. Casado com uma brasileira, o executivo tinha dois filhos, e, no momento do acidente, estava a caminho da empresa, localizada em Santana (zona norte).

Além de Fourny, o acidente também matou o condutor do táxi executivo que prestava serviços à Helibrás, Ronaldo Voltan. O carro, um Corolla preto, ficou prensado debaixo de um ônibus de transporte coletivo no corredor da Avenida Vereador José Diniz, no Campo Belo.

O caso é investigado pelo 27º DP (Campo Belo), onde já foram ouvidas testemunhas do acidente e o motorista do ônibus que vinha atrás do táxi. Ele não quis falar com a imprensa, e seu nome não foi divulgado pela polícia.

O acidente aconteceu às 7h10 e deixou ainda oito pessoas feridas sem gravidade. Elas foram encaminhadas ao Hospital do Grajaú. Os corpos foram retirados do táxi em uma operação delicada do Corpo de Bombeiros, uma vez que havia o risco de tombamento do ônibus que estava sobre o carro. Um guindaste precisou ajudar na remoção do coletivo, enquanto homens os bombeiros ‘esticaram’ o táxi, comprimido, para conseguir retirar as vítimas.

“Garantir a segurança dos nossos homens enquanto eles retiravam essas pessoas dali foi a parte mais tensa dos trabalhos. Por isso que ação demorou”, disse o major do Corpo de Bombeiros Jéferson de Melo.

Um segundo ônibus que trafegava pelo mesmo corredor, na Avenida Vereador José Diniz, também foi atingido e bateu em um táxi à frente. Ninguém ficou ferido. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...