Pesquise no Site

Suécia vai emprestar caças até novo Gripen chegar


O comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, disse nesta quinta-feira (26) que a Força Aérea sueca vai emprestar 10 a 12 aeronaves ao Brasil enquanto não chegam os caças recém adquiridos Gripen NG, o que está previsto para 2018. Os caças emprestados devem vir para o país a partir de 2016, segundo Saito. O chefe da Aeronáutica brasileira participou de audiência pública no Senado para dar explicações sobre a negociação, oficializada em dezembro de 2013, para a compra 36 novos caças suecos por US$ 4,5 bilhões.

Os caças que deverão ser emprestados são os Gripen CD, de uma geração anterior aos adquiridos pelo Brasil, e deverão suprir até 2018 a demanda da Força Aérea Brasileira (FAB), que desativou no final do ano passado os caças franceses Mirage 2000.

Em 18 de dezembro de 2013, o governo brasileiro anunciou a compra de 36 caças supersônicos do modelo sueco Gripen NG, após 15 anos de negociações. Outras duas empresas, a norte-americana Boeing e a francesa Dassault, disputavam com a Saab, fabricante do Gripen, o fornecimento dos caças ao Brasil.

A possibilidade de empréstimo já havia sido levantada na época em que a compra foi anunciada. Segundo o brigadeiro Saito, porém, agora há "compromisso" por parte da Suécia, ainda que o contrato de compra não esteja assinado, o que está previsto para o final de 2014.

"O general sueco ofereceu empréstimo dessas aeronaves ao Brasil, que deverão chegar no primeiro semestre de 2016. Serão entre 10 a 12 aeronaves para suprir essa demanda de Defesa Aérea do país. É importante lembrar que apesar de os Gripen NG chegarem em 2018, nós só poderemos estruturar um esquadrão a partir de 2019 e 2020. Por isso supriríamos nossa necessidade com essas aeronaves CD", declarou o comandante durante audiência na comissão de Relações Exteriores do Senado.

Até a chegada das aeronaves emprestadas, a defesa do espaço aéreo será feita pelos 57 caças F-5 que o Brasil já possui. Essas aeronaves, recebidas pela FAB na década de 70, têm menor alcance que as aposentadas Mirage 2000, mas foram modernizados com a troca do radar, dos sistemas de bordo e dos armamentos, conforme o brigadeiro.

O líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes (SP), questionou se os pilotos brasileiros estão treinados para operar os caças Gripen CD. De acordo com Saito, a Suécia ofereceu treinamento a dois profissionais brasileiros, que irão em agosto àquele país.

"Os pilotos não vão ter dificuldade. Não é bem pegar e sair, precisa fazer um curso para ter capacidade operacional para operar esses aviões, mas isso não vai durar mais de um ano. Já este ano, embora o contrato não esteja finalizado, a Suécia já ofereceu para que dois pilotos nossos fossem à Suécia para começarem a fazer o treinamento no Gripen CD˜, explicou o comandante.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...