Pesquise no Site

Máscara anti-barato?

Foto meramente ilustrativa
Está cada vez mais difícil Justin Bieber refazer sua imagem de astro pop. De acordo com um relatório obtido com exclusividade pela rede NBC News, em um voo entre o Canadá e os Estados Unidos, onde o cantor foi assistir ao Super Bowl, que aconteceu em New Jersey, em seu jatinho particular, os pilotos foram obrigados a usar máscaras de óxigênio porque a tripulação, que contava com Justin, seu pai e mais dez amigos, teriam fumado muita maconha no trajeto.

"O capitão do voo afirmou que ele advertiu os passageiros, incluindo Bieber, em várias ocasiões para parar de fumar maconha", diz o relatório oficial do incidente. "O capitão também afirmou que ele precisou solicitar que os passageiros parassem com seu comportamento ofensivo para com a comissária de bordo e depois de vários avisos, instruiu a aeromoça a ficar com ele na cabibne dos pilotos para evitar qualquer abuso.", diz uma fonte.

De acordo com várias fontes da rede de TV, a comissária foi forçada a passar a maior parte do voo perto dos pilotos, já que que o avião viajou do Canadá para Teterboro, NJ: "A aeromoça afirmou que os passageiros, incluindo Bieber e seu pai, Jeremy Bieber, eram extremamente abusivos e que ela não iria fazer um outro vôo com eles."

Os pilotos, apesar de uma cabine pressurizada, foram obrigados a usar suas máscaras de oxigênio durante o voo, de acordo com várias fontes, de modo que eles não se arriscariam a inalar maconha e, assim, numa situação de teste de drogas, isso não colocaria suas licenças em risco.

De acordo com funcionários, quando o avião pousou no aeroporto de Teterboro, ele foi encontrado por agentes da DEA e da Alfândega e da Patrulha de Fronteira e policiais. Ainda havia fumaça de maconha no interior da cabine, de acordo com o relatório.

Quando entrevistado em Teterboro, Bieber admitiu fumar maconha e beber álcool, mas afirmou que ele não tinha nenhuma maconha adicional.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...