Pesquise no Site

Transformer: Autobot ou Decepticon?


EL SEGUNDO , Califórnia, 08 de janeiro de 2014 - Advanced Tactics Inc., uma pequena empresa aeroespacial, divulgou detalhes sobre a sua tecnologia de veículos AT Transformer e anunciou que um demonstrador de tecnologia em larga escala que já completou seus primeiros testes de condução.


A tecnologia AT Transformer possibilita o primeiro veículo do mundo trafegável VTOL (de decolagem e pouso vertical). A patenteada tecnologia AT Transformer combina as capacidades de um helicóptero, como decolar e pousar em qualquer lugar, com as capacidades de um automóvel Off-Road. O primeiro demonstrador de tecnologia, o AT Black Knight Transformer, completou testes de condução em dezembro de 2013 no sul da Califórnia e está programado para voar no início de 2014.

A empresa começou a trabalhar no AT Black Knight Transformer em 2010. O "Cavaleiro Negro" é projetado para evacuação de vítimas e missões de reabastecimento de carga tripulados ou não tripulados. Seus recursos não tripulados mantem os pilotos a salvo, tornando-se a opção mais segura para evacuação de baixas. 



O volume interior é comparável a um helicóptero Blackhawk, tornando-o adequado para missões de carga também. Em 2012, a empresa começou a trabalhar no Panther Transformer AT, um veículo similar projetado especificamente para missões de Operações Especiais. É um veículo de baixo custo que transporta dois passageiros e uma das suas habilidades é caber no compartimento de carga de um CV-22 Osprey, alem de ser operável com um mínimo de treinamento. Este veículo poderá ser utilizado para o transporte de passageiros até um local remoto que seria inacessível por meios aéreos ou terrestres tradicionais.

Imagine uma situação em que um soldado foi ferido na linha de frente em um tiroteio urbano - ele está sendo protegido pelo resto de sua equipe, mas ele precisa ser evacuado imediatamente ou ele vai morrer. A base próxima é notificado do acidente e despacha um veículo AT Black Knight Transformer para a evacuação. O veículo de forma autônoma decola e dirige-se para a linha de frente, 20 quilômetros de distância. O esquadrão esta no meio da cidade e não existem zonas de pouso de segurança num raio de meia milha. Dois membros do esquadrão designam uma zona de aterrissagem segura em um pátio aberto e esperam o veículo lá.



Uma vez que ele chega, ele pousa e os dois soldados sobem dentro. Os motores de vôo são desligados e o veículo entra no modo de condução. Trafega pelas ruas estreitas até o ferido, que é rapidamente carregado a bordo e conectado ao equipamento de suporte a vida. O veículo é conduzido de volta para o pátio onde ele decola. Alguns minutos depois, o soldado ferido chega à base, onde ele pode receber tratamento médico completo.



O "Cavaleiro Negro" seria o único veículo a entrar na região, reduziria drasticamente o tempo necessário para evacuar a vítima sem arriscar uma tripulação de voo ou ter a necessidade de um transporte terrestre .


Os componentes do sistema de propulsão, incluindo os motores e hélices, são de baixo custo com peças disponíveis comercialmente e a estrutura do avião é feita de componentes modulares substituíveis em campo. 


Esta concepção é simples e robusta, eliminando a complexidade mecânica e custo do sistema de rotor articulado que estabiliza e controla um helicóptero convencional. Além disso, a configuração elimina a necessidade de um rotor de cauda.

Os benefícios do projeto incluem um grande volume interior em comparação com o tamanho total do veículo, o que o torna um candidato ideal para missões de reabastecimento de carga não tripulados, bem como missões civis, tais como entrega de pacotes e combate a incêndios. Ambos os projetos têm suspensão automotiva semelhantes aos usados ​​em caminhões fora-de-estrada. Grandes pneus fornecem sustentação no terreno e suavizam o pouso dos veículos. As rodas são movidos por um motor independente para velocidades de até 70 mph .


O projeto AT Transformer é altamente modular para reparo rápido e reconfiguração. Por exemplo, cada um dos oito subsistemas de propulsão pode ser substituído no campo por duas pessoas e o compartimento de carga pode ser mudado para evacuação de baixas com equipamentos de suporte de vida para as capacidades de carga e multi-missão. Além disso, a porção modular automóvel  do veículo pode ser substituída com um casco de barco ou um casco anfíbio para operações de água .

Os veículos Black Knight e Panther Transformer foram desenvolvidos através de um processo iterativo de prototipagem começando com protótipos elétricos de pequeno porte e que evoluem para veículos movidos a combustão interna de demonstração de tecnologia de maior porte. Os primeiros protótipos elétricos foram levados em 2010, seguido por um veículo movido a gás de 2.000 líbras em 2012. Um protótipo em escala do veículo Panther foi testado e a versão em grande escala está na fase inicial do projeto .


O conceito operacional do Black Knight Transformer é uma aeronave ágil que foi otimizado para as capacidades de carga útil contábil e multi-missão. Esse veículo vai usar motores diesel turbo e melhorias aerodinâmicas para fornecer uma capacidade de carga de mais de 1.000 libras ou cinco passageiros com um alcance de 250 milhas náuticas.

Configurado sem o módulo terrestre, a aeronave pode transportar até 1.600 quilos de carga útil ou oito passageiros. Estimando uma velocidade de cruzeiro de 130 kts para voo e até 70 milhas por hora em terra. Este veículo altamente capaz fornecerá uma opção segura e de baixo custo para a evacuação de vítimas, reabastecimento médico e de carga, e outras missões militares ou civis.

Depois de seu primeiro vôo, o demonstrador de tecnologia AT Black Knight Transformer entrará em um programa de teste iterativo para uma demonstração completa das capacidades no final de 2014. A empresa está interessada em colaboração e parceria para o desenvolvimento conjunto para por em produção esta e outras tecnologias AT patenteadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...