Pesquise no Site

Piloto morre em queda de avião agrícola em Minas


O piloto de um avião "monomotor" usado para pulverizar plantação agrícola, morreu após a aeronave que o mesmo pilotava ter caído em uma fazenda na região de “Gruta Grande” próximo ao Distrito de Monjolinho, no município de Lagoa Formosa-MG.

O fato aconteceu por volta das 17h00 desta Sexta-Feira (03/01) quando o piloto de nome Paulo, do estado do Rio de Janeiro, que prestava serviço para uma empresa de Paracatu havia acabado de abastecer o avião e carregado o mesmo com agrotóxico e se dirigia para pulverizar uma plantação quando a aeronave caiu.

De acordo com informações do Tenente Telles comandante do 5º Pelotão de Polícia Militar de Lagoa Formosa, um representante da aeronáutica do Rio de Janeiro estaria se dirigindo para o local com o intuito de acompanhar os trabalhos de remoção do corpo da vítima de dentro da aeronave, mas como os peritos Felipe da Polícia Civil e Léo do IML estavam no local, eles resolveram em conjunto com a PM e o Corpo de Bombeiros retirar a vítima e encaminhá-la para o IML, onde o corpo será necropsiado e depois liberado aos familiares. 

De acordo com informações de testemunhas que estavam no local do acidente, foram os próprios moradores das fazendas vizinhas que acionaram a Polícia Militar, depois que algumas pessoas viram quando a aeronave PT GON, cor amarela, sobrevoava em baixa altitude e soltava uma grande nuvem de fumaça e logo em seguida ouviu-se um “estrondo”. 

Imediatamente a PM foi solicitada e ao chegar a fazenda que fica na região de "Gruta Grande" há poucos quilômetros do Distrito de Monjolinho e a menos de 20 de Lagoa Formosa, os militares depararam com a aeronave em destroços e com o piloto já sem vida. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar o piloto dos destroços, mas foi comunicado no local que um representante da aeronáutica estaria a caminho de Lagoa Formosa, vindo do Rio de Janeiro, para acompanhar os trabalhos de remoção do corpo. Mas após um acordo entre as policias civil, militar e bombeiros, os mesmos decidiram retirar o corpo do avião.  

Segundo fazendeiros e curiosos que se aglomeravam no local para acompanhar os trabalhos de remoção do corpo do piloto, o mesmo teria 26 anos de idade e se chama Paulo, mas eles não souberam informar o sobrenome do jovem piloto, sendo que o mesmo não estava com documentos pessoais. Mas de acordo com as testemunhas ele estava realizando trabalho de pulverização de fazendas há aproximadamente 01 (uma) semana na região de Lagoa Formosa e ainda teria serviços a fazer em outras fazendas, antes de voltar para Paracatu, local onde fica a empresa proprietária da aeronave. 

O piloto havia terminado de abastecer a avião e carregar a mesmo com os defensivos agrícolas e se preparava para lançar o produto sobre uma plantação de milho, quando o mesmo caiu numa “ladeira”. Várias partes da aeronave ficaram espalhadas pela fazenda, inclusive, o compartimento que transportava o produto que seria lançado no milharal. Os companheiros que auxiliavam o piloto na fazenda estavam chocados e lamentavam o trágico acontecimento que tirou a vida do jovem. O corpo do piloto foi encaminhado por volta das 21h00 para a IML em Patos de Minas. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...