Funcionário de empresa agrícola morre atingido por hélice de avião


Um funcionário de uma empresa agrícola morreu, na manhã desta quarta-feira, ao ser atingido pela hélice de um avião em Itaqui, na Fronteira Oeste. De acordo com a Polícia Civil, Christiano Mandicaju Goudinho Valle, 21 anos, carregava a aeronave com ureia e foi atingido na cabeça enquanto saía do veículo, que havia pousado, mas estava com o motor ligado.

Segundo a delegada Elisandra Mattoso Batista, Valle estava acompanhado de mais um colega, também responsável pelo carregamento do avião com fertilizante, e do piloto. O incidente teria ocorrido quando o grupo fez o oitavo pouso para reabastecimento.

— Conforme o relato das testemunhas, a vítima teria saído pela porta da frente do avião, o que seria incorreto. O outro funcionário teria saído pelos fundos e não se feriu. Já o piloto contou que só ouviu o barulho — afirma Elisandra. 

A aeronave pertence à empresa Rural Aviação Agrícola, com sede em Itaqui, que prestava o serviço na lavoura de arroz da Granja Ibicuí, localizada a cerca de 15 quilômetros do Centro de Itaqui. 

O incidente aconteceu por volta das 10h e especialistas do Instituto-Geral de Perícias (IGP) de Santana do Livramento chegaram ao local, que foi isolado, por volta das 14h. O corpo deve ser encaminhado para necropsia.

— Vamos investigar se foi uma fatalidade por um descuido da própria vítima ou se houve alguma falha nos procedimentos, se havia condições de segurança adequadas ou se houve negligência — observa a delegada.

Valle estaria trabalhando há apenas três meses na Rural Aviação Agrícola. A empresa ainda não se manifestou sobre o acidente.