Drones não gostam de casamentos


Já vimos esse filme antes. Poderia se chamar "A Guerra do Drones" ou então "O Exterminador do Futuro". Pelo visto os americanos preferem "Quatro Casamentos e um funeral". Pela segunda vez noticiamos que um ataque drone acaba com uma festa de casamento.

A primeira vez um ataque drone matou um suposto terrorista em sua lua de mel e os americanos foram muito criticados por isso. Dessa vez optaram por atacar antes da cerimônia.

Segundo o Estadão, um drone dos Estados Unidos bombardeou nesta quinta-feira, 12, um comboio no qual viajavam convidados de um casamento no Iêmen, provocando a morte de pelo menos 13 pessoas, todas civis.

O comboio foi bombardeado na cidade de Radda, capital da província iemenita de Bayda, a cerca de 170 quilômetros da capital Saná. O ataque ocorreu quando o comboio partia para um casamento na cidade de Qaifa. A área é considerada um reduto da rede extremista Al-Qaeda.

O bombardeio americano deixou carros em chamas e corpos carbonizados espalhados pelo local, segundoas fontes iemenistas no setor de segurança. Havia a suspeita de que militantes da Al-Qaeda estivessem nos veículos atingidos pelo bombardeio, mas essa informação ainda não foi confirmada.

Desse jeito, os drones americanos darão outro sentido para a tradicional frase de convite: Os noivos despedem-se na igreja... 

Nossos pêsames às famílias

Com informações do Estadão