Pesquise no Site

Coréia do Sul: 24 KAI FA-50 para o Iraque


Na última quinta-feira, a fabricante de aviões Korea Aerospace Industries ( KAI ) assinou um acordo com os EUA no valor de 1,1 bilhões de dólares para exportar 24 aeronaves de treinamento e ataque FA-50 para o Iraque, abrindo o caminho para o mercado de armas do Oriente Médio .

O FA-50 é uma variante de ataque leve do T-50 Golden Eagle, treinador supersônico que foi co-desenvolvido pela KAI e pela Lockheed Martin, projetado para substituir o F-5 operado pela Força Aérea sul-coreana.

A versão iraquiana do FA-50, chamada de T-50 QI, será armada com misseis ar-ar , ar-superfície e metralhadoras, além de bombas guiadas de precisão.

Além disso, o primeiro-ministro iraquiano concordou em assinar um contrato com a KAI de cerca de 1 bilhão de dólares para suporte, treinamento e apoio para os próximos 20 anos.

Nesta concorrência, o FA- 50 bateu o inglês BAE Hawk-128, o russo Yak-130 e o tcheco Aero L-159

O Iraque assinou no ano passado um contrato para compra de um segundo conjunto de 18 caças F-16 da Lockeed Martin, como parte de um acordo para a compra de 36 caças para reconstruir sua força aérea.

Com a entrega prevista entre 2015 e 2016, a força aérea iraquiana pretende utilizar a aeronave coreana para treinar seus pilotos e realizar missões de ataque leve.

A KAI já exportou a versão de treinamento do T-50 para a Indonésia. Esta é a primeira venda externa da versão de ataque.

Em outubro, o governo Coreano e das Filipinas assinaram um memorando de entendimento para aquisição de 12 caças FA-50  no valor de 450 milhões de dólares. O contrato final foi adiado por conta do furacão Haiyan.

O Fabricante esta tentando exportar para uma série de países interessados enquanto aguarda o programa de substituição dos T-38 da USAF.

Com informações da YonhapNews
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...