Pesquise no Site

Quem foi o melhor Ministro da Aeronáutica?

Em 1974 Araripe Macedo visitava as obras do Clube da Aeronáutica quase diariamente.
Quem acompanha as matérias sobre a FAB pelos Blogues especializados, já deve ter reparado que muitos dos esquadrões e unidades da Força Aérea andaram completando 40 e poucos anos em 2013. Esta semana, por exemplo, o Esquadrão Falcão completou 41 anos. O Esquadrão Pégaso, o Onça e próprio Museu Aeroespacial também são quarentões. Mas o que isso significa?

Significa que a mais ou menos quarenta anos, alguém com poder de decisão na Força Aérea, julgou que era necessário se criar uma determinada equipe para uma dada função, ou seja, alguém se preocupou com isso.

Se formos ver, algumas das aquisições mais importantes da FAB também aconteceram nessa época: Os Mirages III e os primeiros F5. A década de 70 foi uma época de ouro para a Força Aérea. Quem estaria por trás de todos esses acontecimentos?

Seu nome era Joelmir Campos de Araripe Macedo o Ministro da Aeronáutica dos governos Emílio Garrastazu Médici  e Ernesto Geisel. O Tenente-Brigadeiro esteve a frente do Ministério de novembro de 1971 a  março de 1979, mesmo estando compulsoriamente aposentado, graças a um ato especial do seu antecessor no cargo.

É claro que ao longo da sua história a FAB teve outros grandes nomes. Provavelmente, Araripe teve a sorte de encontrar condições favoráveis que permitiram suas realizações. Na época cada uma das Forças Armadas tinha o seu próprio Ministério e ainda havia o Estado Maior da Forças Armadas, uma espécie de Ministério da Defesa, cuja chefia era revesada entre a três Forças. 

Infelizmente, todos esses Ministérios foram extintos em 2000 pelo então Presidente FHC, e no seu lugar foi criado o Ministério da Defesa que predominantemente tem sido chefiado por um civil.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...