Pesquise no Site

Conclusão sobre o acidente do F-16 no Adriático

Avião do Capitão Lucas Gruenther
Em janeiro desse ano um F-16 americano de matrícula 88-0510 da 31ª Asa do 510º esquadrão sediado em uma base na Itália, caiu no Mar Adriático durante um exercício noturno causando a morte de seu piloto. Segundo o site F-16.NET, o relatório da investigação encontrou provas claras e convincentes de que o piloto sofreu sintomas de desorientação espacial.

Em 28 de Janeiro de 2013 por volta das 19:00, dois caças F-16 abandonaram uma formação de quatro caças aeronaves para um treinamento. O exercício era uma simulação de ataques de bombas com o uso de óculos noturnos.

Após uma manobra defensiva, a aeronave  abaixou o nariz em 45 graus e a asa esquerda caiu em 90 graus. Manobras de recuperação fizeram sinais sonoros e luminosos de advertência soarem no interior da cabine. 

A perda da percepção de horizonte combinada com a altitude incomum, promoveram uma rápida descida. O piloto ficou espacialmente desorientado a ponto de acreditar que ele não conseguiria recuperar a aeronave e ejetou. Durante a ejeção sofreu uma fratura fatal na cabeça e pescoço, tendo o seu caça destruído com o impacto no mar.

O artigo do site, refere-se ao piloto como sendo o Capitão Lucas Gruenther, que foi promovido a Major postumamente.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...